"A coisa mais injusta sobre a vida...

...é a maneira como ela termina. Eu acho que o verdadeiro ciclo da vida está todo de trás pra frente. Nós deveríamos morrer primeiro, nos livrar logo disso.
Daí viver num asilo, até ser chutado pra fora de lá por estar muito novo. Ganhar um relógio de ouro e ir trabalhar. Então você trabalha 40 anos até ficar novo o bastante pra poder aproveitar sua aposentadoria. Aí você curte tudo, bebe bastante álcool, faz festas e se prepara para a faculdade.
Você vai para colégio, tem várias namoradas, vira criança, não tem nenhuma responsabilidade, se torna um bebezinho de colo, volta pro útero da mãe, passa seus últimos nove meses de vida flutuando. E termina tudo com um ótimo orgasmo! Não seria perfeito?" (Charles Chaplin)

Ok, confesso, estou abusando das citações ultimamente. Mas não teve como escrever algo que explicasse melhor o tema do que como Chaplin fez. Claro, tenho muitas considerações sobre o assunto, tenho muito o que escrever, penso bastante sobre isso. Quem nunca pensou, aliás? Mas também, dá um desconto vai. Sou pré-vestibulanda e, portanto, atarefada. Poderia até jogar algumas palavras. Mas um tema tão intenso merece uma doação de corpo e alma. Até :)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ablepsifobia

Sophie Kinsella

Ser mulher