Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2015

Dia de ser ponto e vírgula

Hoje é um dia para se pensar. No dia de hoje, eu penso no passado. Em tudo que já deu de errado e em quanto eu quis desistir. Penso no sofrimento que é quando a gente acha que nada mais está certo. Penso na dor que senti e que tantos hoje sentem, quando o buraco é mais embaixo. Não precisa ter motivo para querer desistir. Largar tudo, fugir. É exatamente a falta de motivos que faz isso. Você de repente não tem mais motivos. Para continuar trabalhando, para estudar, para acordar de manhã (é uma força tremenda até hoje), para viver. Eu sei por que já passei por isso. Se cada um que acha que depressão não é doença, é besteira - ah, só depende de você! - me desse uma moeda... Se cada vez que eu escutei que - você nem está tentando, eu ganhasse um real sequer... Já estaria rica! Penso hoje na minha amiga Heloísa. E em sua mãe, chorosa, na sua missa. Penso nos asiáticos que não conheço e que sucumbiram à esse mal. É com tristeza que penso neles. é por eles que hoje eu vivo. Hoje, é o dia deles. …

Sentir falta ou apenas sonhar?

O mundo é um lugar estranho. Nós podemos até pensar que não de uma primeira vez. Achar que está tudo certo, é assim mesmo, só depende de nós e coisa-e-tal. Mas o mundo, ah o mundo... Ele é um lugar muito estranho! Não há voltas, se se arrependestes terá que viver com isso pelo resto de tua vida, mesmo que essa vida seja já outra vida, em outro corpo, outro nome, outro alguém. Há aqueles que te cativam, só para depois partirem. Isso é justo? Eu te pergunto! Eu só queria esquecer, como todo mundo. Viver num mundo de ignorância. Por que uma vez que sabemos, tudo é responsabilidade. Não há voltas. Sempre há aqueles que não sabem de nada, e vivem bem, felizes. Achando que aquilo é tudo que tem para hoje. Eu sinto falta do que ainda não me aconteceu. Quero viver num mundo de ponto-e-vírgulas, mas eu sou apenas reticências. Uma dúvida eterna que me assombra. Eu quero gritar para o mundo que não sou assim. Quero ser ativa, receptiva, animada, viva. Mas dentro de mim parece estar tudo num torpor de mor…