Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2016

Young & foolish

Estou aqui pensando no que escrever. Interpretando coisas que não existem nas músicas que escuto. É o mesmo processo todo dia. Chega a ser recompensador, quando termina (ah, quem eu estou enganando... Quem mesmo lê isso?). Quando, de repente, pá, você aparece na minha timeline, e eu fico revivendo cada segundo que tivemos. Cada suspiro de juventude que passamos juntos. Ser jovem é ser muito besta mesmo né? A gente pensa que tem o maior amor do mundo, que passou por todas as grandes aventuras da vida. Que faz as escolhas mais certas e que está tudo decidido daqui pra frente, agora é só viver e colher os frutos que plantamos na juventude - só que não. Que nada! Grande bobagem! Ser jovem nem sempre é ser imprudente (eu nunca fui), mas não ter juízo, isso sim (nunca tive, nem tenho). É achar que pode tudo. Quando eu cresci fiquei pasma: nada muda! A gente ainda não sabe de nada, ainda tem muita coisa pra aprender, ainda tem muita vida pra viver, ainda tem muita coisa para descobrir, ainda tem …

À quem a carapuça servir

Me beije. Me abrace, me balance, me cuide. Pode ser sua última chance.
Sei que ser desagradável é sua marca mais conhecida. Mas eu não vou cair nessa novamente. Você vai ser um chato sozinho.
Quer saber? O clichê de términos não se encaixa aqui. Não sou eu, é você, mesmo. Você é que é desagradável. Você que não sabe se portar na frente das pessoas sem ser um pé no saco. Você que é cheio de estereótipos, não eu. Você que me deixa desconfortável, não o contrário.
Quero dizer... Se você se sente o mínimo de desconforto perto de mim, é por sua conta, é por sua causa, é por que você não me aceita.
Então, não, não vou com você. Nem por um minuto. Não aguento mais tolerar seus sorrisos irônicos, suas piadas sem graça, seu hálito de quem vai dizer algo de ruim para mim. Seus abraços meio tortos e paralisado no tempo.
Temos nosso próprio tempo, não temos? Um tempo que já passou, esse era o nosso momento, e já se foi.
Eu não sou nem de longe essa pessoa que você conheceu. Não foi tempo perdido, claro…

Tell her you love her

Dê a eles uma razão para te amar. Não podemos passar essa vida despercebidas. Não corra. Não fuja. Não suma quando estiver com medo. Não durma no ponto. Quando a gente ama, o coração grita. Mas tem gente que se engasga e nada fala. Fica afônico. Como um vácuo. Mas mesmo as grandes escuridões têm ecos. Faça o que digo (não o que faço): diga que os ama. A vida é tão curta, eles dizem. Que nada, a vida é longa demais, tão longa que, se você não disser nada, vai ser esquecido. Se não cultivar um futuro, pode perder tudo que tens agora. Não estou procurando ser salva. Não mesmo. Só queria dizer que te amo. Que te priorizo, que te idolatro. Que te quero perto de mim. Não posso ir a lugar nenhum, não sozinha. Preciso de tuas forças. Teu apoio. Tua fundação embaixo de mim. Estou cansada de tanto caminhar em terra quente. Queria uma brisa que me levasse para longe. Para fora de mim mesma. Não sou a mesma sem eles. E, não importa para onde vá, todos os caminhos me levam para o mesmo lugar: aqui, agora…

Up&up

Para cima, sempre para cima. É onde quero estar. Sucesso. Carreira, família, bem-estar, autoestima. Será que é mesmo assim tão difícil como está parecendo? Dizem que está no sangue. Mas o meu vibra fraco dentro das veias. Queria ter tantas convicções quanto letras de músicas dentro da minha cabeça. Queria não escutar as vozes de dentro dizendo que eu não posso. Queria ser confiante. Mas você pode fazer isso, é o que me dizem as de fora. Em quem acreditar? Não gosto de montanhas-russas, mas bem que podia subir, subir e subir. Talvez um balão. Viajar (na maionese). Quero sentir tudo de bom que o mundo pode me dar. Quero curar: curar minha dor, curar a dor do meu próximo. Ser boa para ter carma bom. Ter carma bom por que sou boa. Quero ser excelente em algo. Quer eu me orgulhe. Que eu diga: veja, eu que fiz, não é lindo? Não quero ter medo do escuro, mas sim me lançar na luz que sai de mim. Não quero mais temer as alturas, mas sim pular longos penhascos sem saber o que me encontra no final da…

Quem vai salvar meu mundo essa noite?

Quem quer que seja que vai salvar meu mundo essa noite, apareça, por favor. O mais rápido possível, se apresente e diga "vai ficar tudo bem". Mas quem eu estou enganando? A única que pode salvar meu mundo sou eu. Escute-me agora: eu vou me trazer de volta à vida. Eu não posso mais deixar minha felicidade em mãos alheias de mim. Não basta estar viva, é preciso viver também. Tomar conta da sua vida. Da minha vida, eu cuido. Mesmo que eu ainda não saiba exatamente como fazer isso. O céu está cheio de astros, mas não é deles a culpa de tudo que sou. Não. Eu sou a culpa de tudo que sou. Você não pode iluminar minha vida como eu própria. Não pode me dar azar ou sorte, não se eu não decidir que você pode. Se aceitar talvez seja o maior de todos os desafios. E por muito tempo, eu não era meu lugar preferido. Talvez ainda não seja. Eu sou cheia de defeitos e exigências extraordinárias. Não sei lidar muito bem comigo mesma. Mas não posso pedir para ninguém mais me salvar. Todos já fizeram …