Abissofobia

Sempre fui fascinada pelas fobias.
(Nossa, que estranho esse meu fascínio não é mesmo? Acabou saindo mais engraçado do que eu pretendia...)
Enfim. Eu acho muito interessante. Curioso e coisa e talz. A primeira coisa que fiz foi digitar "Fobia" no Google. E, como de outras vezes, o Google me impressionou. Me deu uma lista enorme de Fobias para brincar. E é delas que vou falar aqui neste marcador. (dã)
Mas, vou parar de enrolar e ir logo ao assunto.

Abissofobia, para quem não sabe, é aqueles que têm medo de abismos, precipícios.
"Engraçado", pensei. Somos todos abissofóbicos então! Quero dizer, quem não tem medo de abismos, precipícios? Quem é que gosta de ficar caindo por aí? Aliás, nunca ouvimos nada de bom dos abismos. O dicionário mesmo, não é lá muito animador, veja só: "Tudo que é imenso, incomensurável; coisa assombrosa, insondável". Essa não é exatamente a descrição do lugar que eu mais gosto no mundo não. Acho que, literalmente e filosoficamente falando, todos temos medo de abismos.
Medo de tudo o que não sabemos como lidar, do que não conhecemos, do que é insondável, misterioso. Medo de passar tempo demais caindo, para, no final, não chegar a canto nenhum.
Eu já senti abissofobia, se for assim. Senti não, mil perdões, eu "tenho", já que fobias são doenças.
Enfim, voltando... Todos as coisas novas aparecem em nossa vida como abismos. Ou conseguimos cruzar, ou caímos. E, claro, isso assusta. O fracasso, a queda, estão sempre ligados não é mesmo?
Mas eu sou daquelas otimistas!
Não existe em livro, em filme, em música ou até mesmo em sonho, abismo que não tenha uma ponte. Por menor que seja, por mais suspensa que seja, por mais cambaleante que pareça, por mais frágil. Há sempre uma ponte. E, caso ela caía, sabemos que é nossa culpa. Mas há uma ponte. Uma esperança "no fim do túnel", algo que nos faça tentar. Talvez todos sejamos abissofóbicos. Talvez o que difere cada um é o que fazemos ao chegar a ponta do abismo.

Comentários

Eu não tenho fobia de abismos, tenho vertigem, dá logo vontade de me rebolar lá embaixo...(não, com certeza não sou uma boa influência, sua mãe há de banir-me)

Postagens mais visitadas deste blog

Ablepsifobia

Sophie Kinsella

Ser mulher