Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2016

Eu tive um sonho, de natal...

Eu tive um sonho. Era muito estranho. Um dia em que todas as pessoas do mundo se juntavam em um só pensamento. Todos queriam a mesma coisa. Todos andavam por aí travestidos das maneiras mais engraçadas possíveis. Todos acompanhavam as mesmas músicas com coreografias que todos sabiam. Parecia um daqueles musicais da Broadway, que ninguém lê nada, mas todos sabem o que dizer. Exceto por mim. Eu não sabia exatamente o que fazer. Aquela festa toda parecia meio sem sentido para mim. Por que toda aquela algazarra? O que estava acontecendo? Qual a razão, qual a motivação daquelas pessoas? Eles pareciam bobos da corte, andando por aí gritando alegrias, quando tudo o que eu via em volta era tristeza. Pessoas rindo, comendo, bebendo e gastando o que não tinham. Alegremente. De novo eu me perguntava: qual o sentido disso tudo?
Então eu percebi. Eu vi. Ali, dentro da árvore enfeitada e do presépio montado: era natal.
Por que o natal cria isso nas pessoas? Essa sensação de estar deslocado, sendo levado…
Todo ano, quando chega essa data, ela fica um ano mais velha experiente. E na minha cabeça passa um filme de toda a minha vida ao seu lado. Todo ano, eu penso com carinho em tudo o que vivemos juntos, em tudo que temos juntas, em tudo que ainda desejo passar com ela. É um ciclo, nós nos moldamos, mudamos, ajustamos, crescemos, prosperamos. Mesmo que a montanha russa tenha seus altos e baixos, passamos por ela (gritando) de mãos dadas. Não tem como não escrever clichês sobre ela, até por que o amor é tão clichê! Só sei que em todos eles eu acredito. O amor é cego, o amor é paciente, o amor é complicado, o amor é luta, o amor é tudo o que a gente quiser! Mãe, você é meu porto seguro sempre e sempre! Espero ser para você pelo menos um barquinho atracado (embora seja você quem me leva e me traz para todo lugar!). Todo ano, quando chega esse dia, me sinto repleta de gratidão, pois não poderia ter uma  pessoa melhor como mãe, em todos os sentidos. Esse ano, vivemos momentos difíceis, mas prazero…