Ah! que saudade,

Dos tempos de menina. De quando minha maior preocupação era se a mamãe ia deixar eu brincar lá fora com meus primos, ou se eu ia perder o meu desenho favorito na televisão. De quando ir pro colégio era uma festa. Ver os "coleguinhas", a "tia", desenhar até ficar toda pintada. Correr até ficar toda roxa, comer até se lambuzar. Chegar em casa e dormir, esperando os pais chegarem do trabalho. Brincar de Barbie com a mamãe, assistir TV com o papai.
Ah! Que saudade que tenho. Do meu quarto cor-de-rosa, dos ursinhos, dos bichinhos, das bonecas, dos frufrus, do desarrumado. Do beijinho na testa para dormir com os anjinhos.
Dos finais-de-semana de acordar cedo, "fazer" café, pular na cama da mamãe, gargalhar com as cócegas. Tomar banho de piscina e ir pra casa da vovó.
De se enfurnar na cozinha da vó, fazer bolinho de arroz. De comer bolinho de arroz. Das sobremesas. Saudade de pintar a cara dos bonecos dos primos. De brincar de casinha. De chorar até alguém fazer brigadeiro e assistir filme.
Saudade de voltar para casa cansada, de dormir no carro, de subir no colo do papai. De mais beijinhos de boa noite.
Saudade da preguiça de acordar de manhã cedo. De se arrumar para ir pro colégio. Saudade de ter a mamãe para pentear os cabelos.
Saudade mesmo da rotina.
Afinal, quando foi que tudo mudou? Que eu ainda não consegui me dar conta.

Comentários

Ai que saudade, também eu...
Danielle disse…
Saudade dupla a minha... de quando eu tinha essa idade e gostava exatamente disso tudo e saudade de você pequena, minha menina!

Postagens mais visitadas deste blog

Ablepsifobia

Sophie Kinsella

Ser mulher