Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2016

Um dia tive um sonho

Era um sonho lindo: Eu tinha um barco e viajava até você; eu perguntava: - o que há? E você me dizia a verdade. Mas com a vida não é assim. Para começar, a gente não pode velejar livremente. Não, as águas são perigosas. Existem os furacões e os icebergs. Não é seguro. E o nosso barco, pequeno demais nesse mar de inseguranças. Depois, tem a verdade; a verdade nem sempre é o que a gente quer que seja. Queremos que a verdade seja bela, que tome-nos nos braços e diga - aqui você está segura, mas, na verdade, a verdade é como o mar, olha os furacões e icebergs aí de novo. Eu bem que tentei, mas não dá simplesmente para resignificar as coisas (sim,eu faço terapia). Não dá para esquecer o que, na verdade, é a verdade. Os sentimentos que nos sufocam como travesseiros sobre nossos rostos. Esses, escondidos, andando de fininho pelo quarto escuro, nos observando, esses a gente não consegue resignificar assim tão fácil não. Até que dá para se ignorar um tempinho (bem "inho" mesmo). Dá um al…