Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2015

Mas não!

Quando será que vou aprender?Você não é aquilo que eu sempre quis. Eu não sou seu par perfeito. Nós não damos certo. Simplesmente. Meu chá está esfriando e você não fala comigo. Mas isso não vai mais mudar, vai? Eu criei na minha mente uma linda história de amor, e você era a estrela. Entretanto, nada aconteceu. Nem uma faísca sequer... Alguns dizem que tenho dad issues. Talvez tenha mesmo, o que você tem haver com isso? Você poderia ter mudado tudo. Você poderia ter começado me beijando. Mas não.

Saudade que me toma.

Por você, eu iria até o fim do mundo, só para você sentir o meu amor. Mas não dá. O mundo é muito grande, e minhas pernas muito curtas. O que sinto é saudade, palavra que enche meu dicionário, meu vocabulário e meus textos. Não sei como lidar com isso. Sinto sua falta, você não percebe??? Sinto saudade de seus beijos quentes, de seus braços confortáveis, de seu olhar misterioso, de quem não quer nada. Sinto saudade da dor que é amar. Do sofrimento que era TE amar. A saudade é como um trem que partiu de muito longe, e viaja muito rápido. Por que minha dor de sentir sua falta é assim, vem de longe, e é rápida, vai crescendo exponencialmente. Quero sentir o gosto do seu gosto, o cheiro do seu cheiro, quero sentir a alegria de te ver, a dor de te ver partir. Por que se te vejo partir, sei que vais voltar. Sinto falta dos anos dourados que a vida adulta tirou da minha adolescência. Sinto saudades, saudades mesmo, não é só a falta. Por que a ausência somente não explica a saudade. A ausência é só parte…

Hoje...

Hoje, dia seis de abril de 2015 é um dia muito especial. Hoje o céu se abriu e deixou descer um anjinho para que cuidássemos. Hoje Deus se alegrou com sua chegada. Hoje nós ficamos em êxtase com sua beleza sem igual. Hoje tivemos a constatação de que existe bondade no mundo, por que você a trouxe até nós. Hoje o mundo me deu mais um sentido para viver. Hoje nasceu uma vida de oportunidades. Hoje um serzinho aumentou a família. Hoje ela me ajudou a compreender que "o que há de melhor está na vida". Hoje eu me senti especial por fazer parte dessa história tão singular. Hoje eu sei que o mundo ficou mais belo e colorido. Hoje nasceu minha prima, Maria Clara!

Ele e ela.

Ele chegou do nada, tocando a campainha que não funcionava. Ele sabia que ela estava ali, esperando por ele. Ela estava sempre esperando por ele. Sempre. Ele entrou de fininho, pensando em surpreendê-la. Mas ela estava contando com aquilo fazia muito tempo. Um momento para passarem juntos. - Olá? Ele reconhecia toda a ansiedade em sua voz. Ele não lhe ligava havia dias. Sua agonia estava cada vez maior. Seus desejos estavam sem limites. E por seus eu digo dos dois. Os dois esperavam por aquele segundo de atração. Ele não falou nada. Ele entrou no quarto e a encontrou deitada na cama, lendo aquele livro que há dias a emprestara, de novo e de novo, ele supunha. - O que você está fazendo? Ele não tinha intenções de responder. Ele largou então as flores que trazia no chão. Elas caíram em um baque silencioso. Não fizeram tanto estardalhaço quanto deveriam ter feito. Eram só um mero detalhe vermelho na paisagem mal-iluminada. Ele via o fim de tarde caindo o sol pela janela grande do quarto. Estava c…