Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2010

Nostalgia, filme e abstinência.

Imagem
Rir, existe coisa melhor no mundo? Essa semana (é, por que agora eu só posto uma vez a cada semana, risos...) foi uma de muito riso e choro. A maioria do choro foi de tanto rir, felizmente. No poste passado eu reclamei bastante do pré-vestibular, e do enem (faltam 69 dias!), do último ano do colégio e todas essas coisas... Mas seria injusto que eu não falasse o outro lado. E até que tem outro lado. Quando o stress é grande, grande mesmo, como tem sido ultimamente, a gente nem enxerga as coisas boas, mas até que tem. Só de estar no mesmo colégio há... Eu ia dizer quanto tempo faz, mas nem sei mais... 11, 12 anos? 13 talvez... Faz tempo! Conheço todo mundo e todo mundo me conhece. Não que seja muito difícil. Eu nunca fui tímida ou discreta, isso eu confesso. Mesmo assim, é muito bom ter o reconhecimento das pessoas. Poder abraçar os professores da 7ª série e eles olharem pra gente com aquele olhar nostálgico "Como tu tá grande! Vai fazer o que no Enem? Torço muito por você!". OK…

Crescer e delírios da madrugada.

Imagem
Sabe o que é mais revoltante na vida?
A vida é cheia de antíteses, paradoxos e estranhos hiatos. Mas o que nos ensinam os adultos, o que nos dizem que é o certo, é que devemos construir algo, ser alguém. Que devemos ter metas, saber o que queremos e ir atrás de nossos sonhos. Que devemos ser bem sucedidos e totalmente independentes dos pais. Que devemos ver a família como porto seguro. Que devemos ter muitos amigos. Que isso é bom e aquilo é ruim. Que isso é certo e que aquilo lá é muito feio. Somos criados dentro de paredes de tabus. Crescemos em moldes sociais ridículos.
Excluem-nos do mundo, dizendo que é “coisa de adulto”. E quando finalmente somos adultos, é quando finalmente querem que falemos, que tenhamos opinião, que objetemos, que nos revoltemos, que questionemos, que sejamos revolucionários, que mudemos o mundo.
Mas o mundo já está muito bem formado. O mundo já sabe o que quer. O mundo sabe para onde vai, mesmo que seja o fim. O mundo é bem informado.
Nós somos apenas nós. Nós …

Fences

Imagem
Tipo. Eu adoro ir pro colégio a pé ouvindo Paramore. Primeiro por que é quando eu realmente acordo, rs. Depois por que eu fico no meio da rua cantando desafinado que nem uma doida, aí ninguém chega perto de mim. Odeio pessoas simpáticas quando estou no meio da rua. Por que cara, incrível como as pessoas, aquelas que você nunca viu mais gorda, mais magra, mais estranha, param você para perguntar onde fica tal canto e aproveitam para perguntar que curso vai fazer, já que você está com a blusa de pré-universitário, "como vai o terceiro ano?".  Mas enfim. Adoro essa música. Nada em particular, só por que é barulhenta mesmo! ;D 
Ps: Nem achei o vídeo de verdade! :T Aí coloquei logo a tradução, para ficar mais fácil para a mamãe, rs.

Beijos,

Paradoxo

Imagem
Pois é. Domingo, quase 11h e eu não consigo dormir. Amanhã tenho que acordar 5:30 para ir pra aula e ainda tenho prova. Eu definitivamente deveria estar dormindo. Devia mesmo. Amanhã vou lamentar por isso. Mas eu não consigo, fazer o que? Ultimamente o Mais Outra Vez anda beeem abandonado. Perdão a todos que costumavam vir aqui atrás de coisas um pouco interessantes. Atualmente tem sido só reclamação e encheção de saco, eu sei, eu sei. Mas faltam só mais 76 dias! Espero que depois do ENEM, isso tudo melhore! É tipo aquela luta, um dia por vez. E sabe o que? É muito estressante! Quem inventou essa coisa de vestibular? Por que eu realmente queria levar um papo com o tal. O que eu mais (des)gosto é que todo mundo tem uma opinião. Uma não, várias! Para tudo e qualquer coisa. Qual o melhor curso, o melhor professor, a faculdade x ou y, ou, por que não tenta na z? Por que eu não quero? Ah, quem se importa com o que eu quero! Por que é assim MESMO. Todo mundo tem o que dizer, mas todos term…

Dia do estudante!

Imagem
Poxa, que saudade de escrever aqui! Desde que as aulas voltaram que eu me afastei do mais outra vez, da internet, do mundo... Mas peço desculpas, vai continuar assim por um tempo. Faltam só 85 dias para o ENEM! Para o final da época escolar, para a grande prova, para as decisões. Para desatrasar toda a matéria, para aprender tudo que nunca soube. Para surtar! Acho que já deu para entender o quanto a coisa é séria nesses últimos meses! É meio assustador, mas, fazer o quê? Hoje é dia do estudante, aliás! :) E como todo bom estudante, o que tenho para fazer hoje? Isso mesmo, estudar! Alguém aí sabe o que é homeostase? Por que eu juro que não entendi nada! :X Por isso que vim postar, inclusive! Que venham as apostilas, livros, TD's, provas.  Não me culpem pelo sumiço! E mesmo que não esteja comentando, ainda passeio pelo blog de todo mundo.
Vejo vocês sempre que der. Beijos,

03 de agosto, terça-feira

Imagem
6h. - Acooorda filha! - Own não. Tava sonhando. Banho, lavar o cabelo, se arrumar, "cadê meu tênis?". - Mãe, tu viu meu relógio? - Nããão! Vem tomar café-da-manhã. 6h30min. - Não dá tempo! Dá aqui um copo de um suco qualquer. - Já cortei melancia. Engole a comida. - Acabou o creme de pentear! 6h50min. - Você vai a pé. - EU SEI, EU SEI, pera. Cabelo, escovar os dentes, perfume, maquiagem, bolsa, "por que meu celular está descarregado?" - Mãe, me dá uma carona, vai? - Só metade do caminho. 7h . Colégio. Aula de redação, continuo sem entender o propósito dessa aula... sono. Aula de literatura, Ariano Suassuna, nunca pensei que eu gostasse dele, até que gosto. Física, esse professor é completamente sem noção, o que ele deu mesmo? aah, geradores, até que é fácil. 9h35min. Intervalo. - Oi Luana! Como foi a Disney? - Maravilhosa, e suas férias? -... - Ei Anna, vamos comprar comida? Buscar as apostilas novas, sala do coordenador do 3º ano. Ele é legal, sabe? Mas a sala dele tem aquele ar tenso de…

Acabou-se o que era doce!

Imagem
Tenso. Tudo que tenho a dizer depois de sábado! Fizemos todos um desafio, um dia inteiro sem vícios. Comigo pegaram exclusivamente pesado, o motivo? Só por que eu sou adolescente mesmo, vê se pode. Muito injusto isso, a sociedade trata adolescente como se fosse tudo bicho, mas isso é um tema para outro post, vamos voltar ao que interessa. Tive que passar um dia inteiro sem pegar num teclado ou num livro. Tortura total, como vocês podem imaginar. Inventamos de tudo para tentar esquecer os vícios. Saímos, jogamos baralho, dormimos a beça, fofocamos mais ainda, mas quem disse que minha cabeça conseguiu sair da parte do livro que eu estava lendo ou mesmo do seriado que estava assistindo, ou do meu blog, meu querido blog? Ah, tortura. Mas foi "aguentável". Só não faria novamente, nunca mais. Mas não deu para morrer não, rs. Um ataque de nervos aqui, um pensamento vagando aculá, mas nenhum infarte, como disse a amiga Borboleta! rs. Quanto ao final de semana? Foi maravilhoso. Sem mais c…