Dia dos pais e show do tiago iorc?

Hoje é dia dos pais.
Eu tenho dois pais.
Um de quando eu tinha 5 anos. Esse brinca comigo de boneca e me escuta nos meus discursos na hora do almoço.
Um de quando eu fiz 12. Esse tem outra família e já não me aceita como sou.
Um dia eu sou gorda demais.
No outro lenta demais.
Em outro, respondona demais.
Distante demais.
Teimosa demais.
Demais demais.
Eu sinto saudade de ser sua coisa linda, de dizer "eu amei te ver".
"Eu errei por gostar um pouco demais, e amei, será que amei, nem sei".
Acabei de chegar do show do Tiago Iorc. Por isso as citações.
Me deixou sentida.
Temos tempo demais, mas pouco vale o tempo sem você!
Agora o tempo já passou, percebe?
Agora tenho lembranças, 
agora tenho medos, inseguranças.
Você parece um estranho que me abraça com braços conhecidos.
Um cheiro conhecido, que eu queria que fosse presente em minha vida.
Aquele seu perfume.
Aquele seu sorriso.
Aquela sua barba correndo no meu braço - agora machuca, espinha.
Hoje é dia dos pais.
Eu tenho uma pãe.
Uma mãe que é pai e mãe. Uma mãe que é amiga, chão, terra, mas é também céu, é também anjo.
Ela merece também esse dia.
Ela também não é mais a mesma de quando eu tinha meus 5 anos.
Mas, nos seus braços, ainda me sinto segura.


Parabéns pai, parabéns pãe, parabéns a todos os pais presentes nas vidas de seus filhos, parabéns a todos os pais que já se foram e deixam saudade.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ablepsifobia

Sophie Kinsella

Ser mulher