Lua cheia

Hoje a lua está linda. Cheia e brilhante, ofuscando qualquer outra coisa que queira a tirar de foco nesse infinito azul e tenebroso. Como uma luz no fim do túnel.
Então pensei naqueles que estão enamorados. Uns pelos outros. Pelo luar. Enamorados sempre são apaixonados pela lua. Estão sempre encontrando suspiros para admirá-la. É quase como admirar o amado. É saber que talvez o amado esteja também a suspirar.
Mas não eu.
Para mim hoje a lua é somente a lua.
Tem fogos de artificio também, sabe-se lá o que o resto do mundo tem para comemorar. Sei que minha cachorra está aqui, aninhada em meu colo, tremendo-se toda de medo. Agora a janela está fechada e não tem ninguém suspirando.
Nem aqui nem lá.



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ablepsifobia

Sophie Kinsella

Ser mulher