love is a bitch

Talvez o problema seja que você não sabe quem eu sou.
Eu mesma sempre fingo que não sei, para que não tenha que explicar. Como poderia então você entender? Como poderia eu querer que entendesse, não é mesmo?
Então a professora manda que façamos uma redação sobre o amor.
"O amor comeu na estante todos os meus livros de poesia. (...) O amor voltou para comer os papéis onde irrefletidamente eu tornara a escrever meu nome. (...) O amor comeu minha paz e minha guerra. Meu dia e minha noite. ... Comeu meu silêncio, minha dor de cabeça, meu medo da morte." disse João Cabral de Melo Neto.
"O amor foi arrancando-me pedaços. Partes de um quebra-cabeça que passei a vida toda montando. Foi desorganizando tudo e me tirando dos eixos. Destruiu minha razão e minha lógica, trocou por sonhos bobos e delírios, talvez tentando para me enganar. Quebrou meu chão e derrubou minhas teorias. Fez-me dependente de suas mentiras e só me deu em troca falsas esperanças. " dizia a minha redação.
Se não sabe brincar, não devia apertar o play.







Desafio Musical de 250 Dias:
6 - Uma música da sua banda preferida: Love You Much Better (The Hush Sound)

Comentários

Maggie May disse…
o amor come o juizo da gente!
Srtª Vihh disse…
O amor... é sempre ele o culpado!
bjOus
Anna Larissa disse…
É o pior e o MELHOR dos sentimentos...

E eu amo vc nem vem que é muuito de verdade e pra sempre <3

beiju
Gabriel disse…
O amor as vezes é tão ruim, te deixa agoniado e te faz sofrer :S

Eu adorei o seu post.

Feliz dia do blog/blogueiro :*

Tem post novo no MMMonster.

Postagens mais visitadas deste blog

Ablepsifobia

Sophie Kinsella

Ser mulher