Quem é você?

Será que eu vou saber quando chegar? Mesmo depois de todo esse tempo? A felicidade nos espera, amor. Era o que eu queria acreditar.
Ele está aqui há muito tempo. Há tempo demais. Já pedi desculpas, já chorei, já o escutei. Já tentei entender. Já me desculpei (de novo e de novo). Mas ele não vai embora.
Meus amigos já se foram. Minha paciência já se foi. O amor que eu nunca tive já se foi. Só sobraram as desculpas (em todos os sentidos).
Quem eu sou sem ele? Quem eu sou com ele? Quem eu sou? Será que alguém sabe? Eu escuto e me relaciono assim, duramente.
Você deveria saber, amor. Essa sou eu. Amor vem e amor vai. Por que não me deixa agora?

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ablepsifobia

Sophie Kinsella

Ser mulher