O que posso dizer?

Acho que você gostaria que escrevesse algo simples, leve, alegre e sem muito cunho sentimental. Você já disse que gosta de ler o que lhe escrevo. Talvez, penso eu, gostaria mais se assim fosse. Estou certa? Mas eu não escrevo assim. Eu sou mais melancólica, tenho um texto grosseiro, pesado e sentimentalista.
Bem que pensei em escrever-lhe de uma forma mais divertida. Mas não vou fazê-lo. Desculpe-me. Pensei também em contar-lhe o meu dia, mas você com certeza já estaria dormindo na quarta linha. E só a idéia de você sentir-se enfadado comigo me deixa nervosa. Pensei em falar-lhe sobre como o tempo está por aqui (está chato e quente), ou dos filmes que andei vendo. Estou assistindo a um que não sei qual é, agora mesmo.
Ou talvez pudesse contar-lhe sobre a faculdade, os novos amigos. Porém não teria muito o que contar de qualquer forma.
Acho que a questão é que faz tempo que estou enrolando, para tentar achar um assunto que soe menos bobo do que escrever-te apenas para dizer que sinto sua falta.
Mas não consegui pensar em mais nada.


Comentários

Anna Larissa disse…
Eu me perdi um pouco nesse post >_>
rs

bjuu

Postagens mais visitadas deste blog

Ablepsifobia

Sophie Kinsella

Ser mulher