João Fábio - uma lição de vida!

A luta de João Fábio por um coração novo

Há oito dias na UTI pediátrica do Hospital de Messejana, João Fábio Vidal, 10, aguarda por novo coração. Entre as crianças, o menino é o primeiro da fila
07.04.2011|

Quando João Fábio Vidal, 10, sair da UTI pediátrica do Hospital de Messejana, já sabe o que vai querer na comemoração. “Vai ser cheia de Doritos”, conta antes de abrir o sorriso de menino que prepara travessura. O salgado crocante completa a lista das cinco “maravilhas da vida” do garoto que é o primeiro da fila entre crianças que esperam por um transplante de coração no Estado. “A primeira maravilha é Jesus; a segunda é Saúde; a terceira é a Mãe e a quarta é o Club Penguim”.

Ao lado da mãe Fabiana Alves, 40, ele mostra o grande iglu que, ao ser aberto, se transforma numa pista de dança para pinguins cheios de estilo. O brinquedo e o computador tem ajudado João Fábio a passar o tempo enquanto não chega o coração do “fulano”, como ele chama o doador do órgão.

Até o dia 3 março, João Fábio tinha a esperteza e a agilidade de qualquer menino do 5° ano. De lá para cá, um cansaço que parecia asma levou João Fábio à internação em um hospital privado. No último dia 30, com diagnóstico de “cardiomiopatia dilatada”, o garoto foi transferido para o Hospital de Messejana. A dilatação do músculo deixa o coração de João Fábio “sem forças” para bombear sangue. “O coração dele não bate, só treme”, resume a mãe, agarrada ao braço e à fortaleza de João Fábio.
Como não dá para dizer até quando dura a peleja do coração do menino - meses, semanas ou dias -, o transplante é urgente. “Pela gravidade do caso, ele é prioridade”, explica a cardiopediatra Isabel Cristina Maia.
A pedido de João Fábio, O POVO não conta onde ele escondeu dois pacotes de “Doritos”, pois, há em casa alguém de olho, e o menino planeja comê-los no dia que ele chama de “segundo aniversário”. “O primeiro foi dia 8 de janeiro; o outro vai ser de vida nova”, ensina.
Quem
ENTENDA A NOTÍCIA
Como que saído de uma música de Geraldo Azevedo, o "alegre coração" de João Fábio é "frágil que nem brinquedo; é forte como um leão". Apesar de debilitado com a doença, o menino distribui desinibição e confiança.
SAIBA MAIS
Ao todo, cinco crianças aguardam por um transplante de coração no Ceará. A mais nova delas tem apenas dez meses.
João Fábio pesa 32kg. De acordo com a cardiopediatra Isabel Cristina Maia, um doador que pese até 70kg ou 80kg pode ser compatível com o garoto.
Isabel lembra que potenciais doadores devem comunicar esse desejo à família.

Sobre o medo das famílias em autorizar a doação após a morte cerebral, Isabel comenta: “O procedimento (de comprovação) é muito sério e muito bem definido”, diz.

Comentários

Graça a Deus e a generosidade de alguem que não conhecemos João Fábio ganhou hoje um coração novo. Obrigada a esta familia pelo ato tão humano.
Obrigada Deus por este coração novo!!!
Jão fábio foi abençoado com um coração.
Que você, Fulano, doador do coração, esteja em paz. Obrigada.

Postagens mais visitadas deste blog

Ablepsifobia

Sophie Kinsella

Ser mulher